terça-feira, 26 de Maio de 2009

Vandalismo



O vandalismo é um modo que certos jovens encontraram para se expressarem, como muitas gangues fazem pichando, quebrando objectos públicos e muitas vezes agindo com violência.
Em alguns Colégios, jovens revoltados agem sem pensar jogando bombas nos pátios por cima dos muros sem nem ver quem está do outro lado, podendo ser até crianças ou professores as vítimas. Na maioria das vezes isso acontece porque os alunos querem mostrar que são “bons” para as meninas. Mas isso não significa que as meninas não cometem esses actos, pois hoje em dia também elas estão entrando na onda do vandalismo.
O vandalismo, como muitas pessoas pensam, não é só cometido por alunos de escolas estaduais, pois alunos de colégios particulares também cometem esses actos.







Vandalismo é uma acção motivada pela hostilidade contra a arte de uma cultura, ou destruição intencional de bens e propriedades alheios.

O nome deriva do povo vândalo, um dos povos bárbaros cujas invasões e ataques ao Império Romano provocaram a queda deste. A primeira referência à palavra vandalismo data provavelmente da Revolução Francesa, em cujo decurso, a 10 de Janeiro de 1794, o Bispo de Blois, Henri Grégoire, relata aspectos do comportamento do exército republicano, usando o termo. No entanto, a carga pejorativa era associada à palavra vândalo já no século XVII, pelo menos na língua inglesa e francesa.






  • Vandalismo furtivo

    Convencionou-se chamar de furtivo aquele tipo de vandalismo difícil de detectar, dada a sua delicadeza. Caracteriza-se como uma situação em que o vândalo acrescenta informações incorrectas, fotos indecentes ou impróprias, troca datas, altera estatísticas ou introduz erros ortográficos. Eventualmente verifica-se que usuários iniciantes cometem propositadamente actos de vandalismo deste tipo: recomenda-se que tais usuários sejam avisados do problema, a fim de passarem a contribuir de forma correcta. Caso insistam, aplicam-se as medidas de bloqueio próprias para o caso.






  • Vandalismo explícito

Consiste nas situações em que o usuário em questão continua a vandalizar mesmo após ter sido avisado por outro usuário, por um administrador ou por um burocrata. Neste caso está cometendo um vandalismo explícito, diverte-se em apagar sempre conteúdo de páginas, em trocar informações correctas por erradas, em inserir termos de baixo calão ou ofensivos ao projecto ou ainda aos contribuintes do projecto.

1 comentário:

  1. Bom Dia!
    O blog é para ser actualizado. Em Junho não tem qualquer actualização. Devem colocar umas hiperligações, por exemplo, ao blog da turna e à página da escola.
    Bom Trabalho.

    ResponderEliminar